O que é opiofobia?

1 de março de 2024
O-que-e-opiofobia-1200x800.jpg

“Opiofobia” é um termo que se refere ao medo irracional ou aversão exagerada aos opioides e seu uso no tratamento da dor. Fenômeno muito associado ao peso cultural do representante típico chamado Morfina, gera um ar de situação grave e irreversível aos ouvidos da população em geral. Embora seja importante reconhecer e alertar quanto aos riscos associados ao uso inadequado e sem supervisão médica dos opioides, como dependência e overdose (que assustam as pessoas), é igualmente crucial não deixar o medo impedir o acesso adequado a esses medicamentos para aqueles que realmente precisam deles para aliviar a dor crônica ou aguda.

A identificação do tipo de dor e sua intensidade são fundamentais para a indicação do analgésico opioide mais adequado para o paciente. Devemos saber que existem diferentes características farmacológicas entre os diversos analgésicos opioides disponíveis no Brasil para uso clínico. Por exemplo: potência (fortes, médios e fracos), tempo de duração de ação (para calcular o intervalo entre doses) e via de administração (oral ou adesivo – “patch”).

Os analgésicos opioides desempenham um papel importante no controle dos quadros dolorosos de uma maneira geral, contribuindo para a melhor qualidade de vida e funcionalidade. O equilíbrio entre o uso responsável dos opioides e a prevenção de seus potenciais danos é fundamental na gestão da dor e na promoção da saúde pública. Com o objetivo de desmistificar o uso dessa classe de medicamentos, precisamos de educação e esclarecimentos confiáveis e de origem idônea.

Como comentário final, salientamos que o uso não terapêutico, o mercado paralelo, o tráfico de apresentações injetáveis (que são de uso intrahospitalar) e a desinformação levam os analgésicos opioides para as manchetes sombrias.

Projeto Educador Logo Pequeno

O Projeto Educa Dor é uma ferramenta de informação em saúde, que busca levar de maneira clara, informações sobre os mais diversos conceitos envolvendo a dor crônica, seus tratamentos, métodos e diagnósticos.

Responsável técnico: Dr. João Marcos Rizzo - CREMERS 18903
Médico Anestesiologista com área de atuação em Dor - RQE 42946

Últimas postagens

Por Marcelo Cezar - Marketing Digital