Como armazenar seus medicamentos em casa?

2 de junho de 2021
armazenar-medicamentos-em-casa-1200x788.jpg

Será que você está cuidando dos seus medicamentos corretamente em casa? Você sabia que isto pode fazer diferença na resposta ao tratamento e na segurança das pessoas que moram com você?

Confira também: Como descartar medicamentos corretamente?

Alguns estudos foram publicados a respeito deste tema, com dados referentes a várias regiões do nosso país, mostrando que a maioria das pessoas entrevistadas armazenava de maneira inadequada seus medicamentos no domicilio. Os fármacos, de modo geral, podem perder sua estabilidade por fatores como temperatura, presença de oxigênio, luz solar, radiação e umidade. Deve-se, portanto, evitar o banheiro e partes da casa quentes, úmidas e/ou de alta exposição solar. Na cozinha, onde os alimentos são preparados, geralmente há uma variação muito grande dessas condições, podendo favorecer a degradação dos medicamentos. Outro elemento importante no armazenamento é a segurança! Sempre armazená-los em local fora do alcance de crianças e animais.

A seguir, listo algumas recomendações das agências oficiais de saúde, que julgo essenciais para a conservação e segurança no armazenamento de medicamentos no domicílio:

  1. Mantenha os medicamentos em lugares secos e frescos, seguros e específicos para este fim, fora do alcance de crianças e animais. Evite guardar os medicamentos com produtos de limpeza, perfumaria e alimentos.
  2. Guarde na geladeira apenas os medicamentos líquidos, conforme orientação de um profissional de saúde. Não guarde medicamentos na porta da geladeira (a temperatura varia bastante neste local) ou próximo do congelador. A insulina, por exemplo, perde o efeito se for congelada.
  3. Se você utilizar porta-comprimidos para guardar os medicamentos, deixe somente a quantidade suficiente para 24 horas. Os recipientes devem ser cuidadosamente mantidos limpos, secos e protegidos da luz.
  4. Consulte seu médico ou farmacêutico caso seja necessário partir ou triturar os comprimidos. Nunca faça isto sem o conhecimento do profissional!
  5. Sempre que possível, mantenha os medicamentos nas embalagens originais para facilitar sua identificação e o controle da validade.
  6. Observe frequentemente a data da validade e não tome medicamentos vencidos.
  7. Utilize preferencialmente o medidor que acompanha o medicamento. Evite o uso de colheres caseiras. Lave-o após o uso, antes de guardá-lo.
  8. Não passe o bico do tubo do medicamento em feridas ou na pele quando for utilizar pomadas. Você pode contaminar o medicamento.
  9. Não encoste no olho ou na pele o bico dos frascos dos colírios e das pomadas para os olhos.
  10. Guarde os medicamentos que forem interrompidos, ou estão fora de uso, em local separado dos medicamentos em uso. Converse com seu médico sobre o destino adequado para eles.

É importante manter, no local onde você vai armazenar seus medicamentos, uma cópia das receitas ou um guia de como foi orientada sua utilização pelo médico. Aliás, faça uma cópia e deixe em outro local, de conhecimento de familiares ou amigos, para uma emergência, e sempre tenha o guia em mãos durante as consultas.

Tanto quanto o correto armazenamento, o descarte das embalagens primárias e dos medicamentos vencidos ou sobras tem papel relevante para o meio ambiente e para a segurança de crianças e animais. Em um texto aqui mesmo no Blog e no podcast de hoje (02/06/2021), discutimos especificamente este tema do descarte correto!

Texto por: Dr. João Marcos Rizzo – CREMERS 18903
Créditos da Imagem: Freepik

Projeto Educador Logo Pequeno

O Projeto Educa Dor é uma ferramenta de informação em saúde, que busca levar de maneira clara, informações sobre os mais diversos conceitos envolvendo a dor crônica, seus tratamentos, métodos e diagnósticos.

Responsável técnico: Dr. João Marcos Rizzo - CREMERS 18903

Últimas postagens