Faça as pazes consigo mesmo!

24 de junho de 2021
projeto-educa-dor-blog-1200x800.jpg

Frequentemente escuto comentarem no consultório que certos pensamentos seriam “ruins”, não seriam “adequados”, “chamariam doença”, ou precisariam ser “banidos da cabeça”. Tais comentários têm relação com a crença de que pensamentos ditos “ruins” ou “negativos” significariam um desejo, um impulso, ou atrairiam “negatividade”.

Confira também: Indicação de Livro – Histórias Lindas de Morrer

O objetivo desse texto é desmistificar nossos pensamentos, que nada mais são do que… apenas pensamentos! Ideias, fantasias, imaginações são resultado da produção da nossa mente, baseados em nossa personalidade, nossa cultura e nossas memórias. Memórias essas que, por sua vez, são resultado de nossas experiências de vida.

Os pensamentos são propriedade pessoal e intransferível, são nossos e de mais ninguém. Assim, ao mesmo tempo que somos nós que os produzimos, somos nós que os conceituamos, como “bons”, “maus”, adequados ou não. Enquanto gastamos energia (preciosa) tentando controlar e frear o que se passa em nossa mente, perdemos a possibilidade de tomar contato com nossa essência emocional. Se tentarmos aceitar cada ideia ou pensamento sem preconceitos, abriremos a possibilidade de ressignificar o que se passa conosco.

Poderemos nos dar a chance de compreender fatos e experiências de uma nova forma, o que traz alívio e uma vida mais leve consigo mesmo.

Texto por: Lorena Caleffi – CREMERS 17211

Créditos da Imagem: Freepik

Projeto Educador Logo Pequeno

O Projeto Educa Dor é uma ferramenta de informação em saúde, que busca levar de maneira clara, informações sobre os mais diversos conceitos envolvendo a dor crônica, seus tratamentos, métodos e diagnósticos.

Responsável técnico: Dr. João Marcos Rizzo - CREMERS 18903

Últimas postagens